SEDACOR, com TÊXTEIS PENEDO, ganha O MAIOR PRÉMIO DO MUNDO EM INOVAÇÃO TÊXTIL: “TECHTEXTIL INNOVATION AWARD 2019 – categoria Novo Material”.

Material inovador: Fio “CORK-A-TEX”

Frankfurt, Alemanha. 14 de Maio de 2019.

 

O Júri do “Techtextil Innovation Award” decidiu premiar o produto “Cork-A-Tex YARN”, fio com elevada incorporação de cortiça, com o prémio TECHTEXTIL INNOVATION AWARD 2019 na categoria“ novo material ”, uma das 7 categorias a concurso, e considerado o prémio mais importante.

 

Pela primeira vez na história, um projeto português ganha este prestigiado prémio mundial. A Techtextil é a principal feira internacional de têxteis técnicos e não tecidos, o maior e mais reconhecido evento internacional neste campo e os seus prémios são procurados por todos os que fazem Pesquisa e Inovação nessa área.

 

Apreciação do Júri internacional:

“A cortiça é um material renovável de base biológica, utilizado para vedar garrafas de vinho, como todos sabemos. Para ser ainda mais sustentável, a indústria da cortiça procurava uma nova solução para os seus resíduos que hoje são queimados. Os investigadores descobriram que este desperdício de cortiça pode ser revestido num fio têxtil para formar um fio de cortiça. O júri apreciou o esforço da Sedacor para tornar a indústria da cortiça numa indústria ainda mais sustentável. A queima de resíduos não é uma solução sustentável, mesmo que esse resíduo seja de origem biológica. A Sedacor olhou para além do seu setor e para além das suas competências para encontrar a solução nos têxteis. Utilizando este desperdício, um novo tipo de fio de cortiça foi desenvolvido com um “look-and-feel” de cortiça natural e que permitirá o desenvolvimento de novos têxteis”.
Award _
Sobre o CORK-A-TEX YARN, o fio inovador e disruptivo com alta incorporação de cortiça.
A cortiça é a própria realização de alta tecnologia da natureza, cujos recursos não podem ser replicados por qualquer outra coisa feita pelo homem. Um emblemático material Português e Europeu, amplamente reconhecido internacionalmente.
A floresta se sobro é um dos 35 centros de ecossistemas mais importantes do mundo na preservação da biodiversidade e um retentor natural de CO2 (as florestas de sobro retêm mais de 14 milhões de toneladas de CO2 por ano).
A crescente procura de novas soluções têxteis, particularmente na área do design ecológico e da sustentabilidade, levou-nos a pensar como ultrapassar as dificuldades e limitações da utilização de materiais à base de cortiça no mercado de vestuário, têxteis-lar e outros.

Considerando a importância dos sectores da Cortiça e Têxtil nas indústrias tradicionais Portuguesas e Europeias, lançamos o projecto “Cork-a-Tex” – com o objetivo de desenvolver substratos têxteis sustentáveis com resíduos de cortiça (rolhas e outros resíduos de cortiça), um excelente exemplo de economia circular.

Resultado: Composto por material têxtil (algodão ou outro) sustentável e resíduos de cortiça, é um fio inovador e de alto desempenho que simultaneamente incorpora as propriedades dos substratos têxteis ao nível de conforto, respirabilidade, toque, aparência e os benefícios funcionais da cortiça, como: material natural com sensação suave, confortável e quente, hipoalergénico e com alta resistência à fricção e boa resiliência.

Num projeto liderado pela Sedacor (Indústria de cortiça), em parceria com a Têxteis Penedo (indústria têxtil), contou ainda com a colaboração científica e técnica do CITEVE (Centro Tecnológico dos Têxteis e vestuário) e da Faculdade de Engenharia do Porto (Universidade do Porto). Teve também o apoio do Governo Português e da União Europeia.

Com patente internacional, este disruptivo produto está a ser alvo de grande interesse para aplicações para setores como vestuário, calçado e acessórios de moda, têxteis-lar e decoração, mobilidade e outros. Os parceiros Sedacor e Têxteis Penedo estão já a industrializar este novo material, prevendo-se que esteja disponível no mercado ainda em 2019.

Award

Junho 3, 2019